Diocese de Viana do Castelo •

Igreja Católica no Alto Minho

76º. Cursilho de homens

D. Anacleto Oliveira preside ao encerramento
Presidida pelo Bispo Diocesano D. Anacleto Oliveira, realizou-se no passado dia 23 de abril no auditório de Centro Pastoral Paulo VI em Darque, a Clausura de encerramento do 76º. Cursilho de Cristandade de Homens da Diocese de Viana do Castelo.

O Cursilho decorreu entre os dias 20 e 23 de abril no Seminário dos Padres Passionistas de Barroselas, devido às obras em curso no Centro Pastoral Paulo VI, onde habitualmente se realizam os Cursilhos de Cristandade da Diocese.

Eucaristia de Encerramento do 76º. Cursilho de Homens


Realizaram o seu Cursilho 9 novos Cursilhistas, provenientes dos Arciprestados de Arcos de Valdevez, Ponte de Lima, Valença e Viana do Castelo.
A Equipa Leiga foi composta por nove Dirigentes, sendo Reitor do Cursilho o Dirigente: José Adelino Rodrigues Gonçalves Borlido da Paróquia da Meadela.
A Equipa Sacerdotal foi constituída pelo Diretor Espiritual, Padre Arcélio Sousa das Paróquias de Boivão, Gandra, Gondomil e Taião do Arciprestado de Valença e pelo Padre José Domingos de Barroselas, das Paróquias de Barroselas e Carvoeiro do Arciprestado de Viana do Castelo.
Nos seus testemunhos, os novos Cursilhistas fizeram eco da sua forte vivência Espiritual e testemunhal, vivida nos três dias do Cursilho, e da afirmação do compromisso deixado em todos os presentes da certeza de que esta experiencia operada pelo Cursilho, de um maravilhoso do encontro intimo com Cristo, terá reflexo em todas as situações de suas vidas, colocando em primeiro lugar a família, a Igreja e os ambientes.

76º. Cursilho de Homens - Diocese de Viana do Castelo  - asssistencia (2)


D. Anacleto Oliveira como reflexo da referência feita á família, nos testemunhos dos novos Cursilhistas, realçou esse facto, que vem ao encontro da sua “Carta Pastoral”
“Família – Comunidade de Vida e Amor”.
A celebração da Eucaristia de conclusão, foi presidida por D. Anacleto Oliveira e concelebrada por quatro Sacerdotes e um Diácono. Na homilia D. Anacleto, começou por referir ter sido esta uma Clausura centrada na família, esposas, filhos e netos. Este amor vivido nestes três dias vai para o vosso quarto dia, que quer dizer para o resto das vossas vidas.
Dou-vos um mandamento novo, que vos ameis uns aos outros, muitos reconhecerão que sois meus amigos, se vos amardes uma aos outros. O amor atrai as pessoas para este Cristo que amou até ao extremo de dar a vida por nós.
O número dos discípulos crescia porque atraídos pela palavra.
Não vivamos um cristianismo apenas para nos satisfazer-mos a nós próprios, vamos porque os outros precisam de mim.

76º. CURSILHO DE HOMENS DIOCESE DE VIANA DO CASTELO - FOTO DE GRUPO